MEUS APRENDIZADOS EM 2020

 


Gosto de colocar no papel alguns dos meus aprendizados do ano, todo ano. 

2020 foi marcante demais para TODOS nós. Aprendi muito e aposto que você aprendeu também. Troca comigo algum dos seus aprendizados nos comentários? 


Estes foram alguns dos meus:

1 - Se podemos chegar ao final deste ano com muito para agradecer, agradeçamos de verdade, mas só 'exaltemos' nossas conquistas em particular. A ideia de propagar conquistas particulares e 'vida normal' neste momento, pode significar fechar os olhos para quem acumulou dores e precisará de forças para se reerguer. Agradecer é importante, mas agradeça por si, com respeito à dor do outro. "Se atingiu seu objetivo, pare de falar." Walker Lamond.

2 - Aprendi que amizade tem um valor grande na minha vida e que a tecnologia é outra coisa pela qual devo agradecer por existir nesse difícil momento que vivemos. Nossos amigos mais queridos estiveram conosco em muitos finais de semana deste ano através das chamadas de vídeo. Sou grata aos meus amigos e à tecnologia que amenizaram o peso da pandemia.

3 - Aprendi que quando queremos realmente fazer algo de bom pelo outro, a gente faz e a gente não divulga. O verdadeiro valor de um ato fica bem transparente quando este ato é usado para marketing pessoal. Quem é poderoso, não precisa sair por aí mostrando seu poder. Quem é bondoso também não precisa.

4 - Aprendi que pessoas que nos dizem 'você não vai dar conta' não sabe o poder contrário que isso tem.

5 - Aprendi que ensinar um filho o valor de tirar o lixo para fora sem ser pedido é ensinar-lhe sobre o valor de seu trabalho, sobre igualdade e sobre dignidade. Sinto um grande dó de quem nunca aprendeu esses valores e que continua tendo vergonha de ser visto levando o lixo para fora.

6 - Aprendi que se sabemos exatamente o que nos faz mais satisfeitos e felizes na vida, conseguimos todo ano realizar todos nossos objetivos (e mais!). Autoconhecimento é importantíssimo e comparar nossa vida com a de outros é destrutivo.

7 - Aprendi algo novo sobre pessoas que nos invejam (aquelas que nos odeiam por compararem a vida delas com a nossa e no lugar de cuidarem para melhorar a delas, gastam energia para denegrir a nossa. Fique longe de quem fala mal das pessoas e não dê crédito a elas, pois quem dá, afunda junto): Pois então, o que aprendi é que essas pessoas são capazes de mentir e de julgar incrivelmente e que tudo que devemos fazer é ter dó da vida que levam. Essas pessoas servem para que passemos a valorizar ainda mais as pessoas incríveis que estão ao nosso lado, que ficam felizes com nossa felicidade e não precisam falar mal dos outros para acreditarem que tem valor. Com pessoas assim crescemos juntas e nos tornamos pessoas melhores.

8 - Aprendi que não devo decidir nada se eu não tenho certeza sobre o que verdadeiramente importa para mim. Mas também que não devo usar essa desculpa para continuar sem decidir e arrastar qualquer coisa que seja com a qual não estou satisfeita, por mais tempo na minha vida. É urgente que a gente faça de tudo para nos conhecermos e sabermos o que realmente importa para a gente. Mas cuidado! Tem gente que usa esse aprendizado para justificar decisões irresponsáveis e acabam dizendo sempre coisas como: 'você me fez fazer isso', 'eu não tenho culpa' etc. Assumir responsabilidade pelas coisas estarem dando errado e exigirem mudanças é o primeiro passo para nos conhecermos de verdade e descobrirmos o que realmente importa pra gente. Agora sim a decisão será acertada.

9 - Descobri que mudanças são alimentos de uma vida mais feliz e que nunca deveríamos nos acostumar com nada! Se estamos satisfeitos demais, tem algo de errado. Se achamos que está tudo errado, tem algo de mais errado! Esse algo de errado é que nada muda e, portanto, ninguém está fazendo nada! Precisamos agir a respeito do que precisa melhorar, mesmo que as coisas já estejam razoavelmente boas. A vida é um presente para aprendermos e tem gente que vive parada, sossegada. Tudo bem. É uma escolha e precisamos respeitar essas pessoas. Mas elas também precisam respeitar as nossas escolhas. Mas para que elas respeitem nossa vontade de mudar as coisas, de melhorar o mundo, nós devemos primeiramente respeitar essa vontade em nós. Para respeitá-la, a gente faz o que pode para trazer as pessoas importantes com a gente, mas se existe alguém, mesmo com nosso convite "sincero", que não queira evoluir com a gente, lembre-se: "nossa vida passa". E pergunte-se sempre "O que tenho que fazer para minha vida valer a pena?". E faça! Mude!

10 - Aprendi que estar isolado fisicamente dos familiares e amigos queridos proporcionou algo de incrível dentro do meu lar: a oportunidade única de fazermos tudo que dizíamos que não tínhamos tempo de fazer e a oportunidade mais incrível ainda: a de demonstrarmos nosso amor, da forma mais íntima e pura que essa palavra já nos ensinou. Ser coerente com nossos valores ajudou e muito a mantermos, entre nós, a alegria de estarmos aqui, de podermos fazer muito um pelo outro. Nos apoiamos, nos respeitamos e aprofundamos reflexões importantes como sobre a dor de várias famílias que diferentemente da nossa, perderam pessoas queridas, não tiveram condições de se cuidarem tanto quanto nós temos. E ouvir nossos filhos sobre os aprendizados deles próprios nesse momento tem sido enriquecedor. Minha filha fez um pedido: "Mãe! Podemos fazer um minuto de silêncio um pouco antes da meia noite de hoje, para pensarmos nas vidas que se foram nessa pandemia?" E claro que faremos isso! Precisamos dar tchau a 2020 desejando que em 2021 possamos rapidamente evitar que mais vidas como essas se percam sem razão.



Eu sou TALITA CAVALCANTE.

Acompanhe meu trabalho também no YOUTUBE e no INSTAGRAM.

E deixe por lá seus comentários! Eu vou adorar ouvir de você!


Meus e-books:

  • Minha Casa Sou Eu (Uma leitura rica de reflexões sobre os relacionamentos familiares e a organização das nossas casas). 
  • Cronograma da Casa Limpa (e-book completo e GRATUITO): Para receber, envie um e-mail para cronogramadacasalimpa@gmail.com

 


Talita Cavalcante | Vida real e Dicas de casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário em meu Instagram, o @talitacavalcanteoficial , ou em meu YouTube, o /talitacavalcante , onde te responderei mais rapidamente. Espero que esteja gostando do conteúdo do site! Um abraço!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Flickr Imags